Fátima, cem anos de multidão

Como é que a partir da história contada por três crianças pastoras, há cem anos, foi crescendo o maior fenómeno religioso português e um dos maiores da Europa?

No ano em que se assinalam cem anos sobre as chamadas aparições de Fátima, a VISÃO História dedica o seu primeiro número de 2017 à construção do maior fenómeno religioso português e um dos maiores da Europa. Como é que a história contada por três crianças pastoras, numa altura em que se registavam outros episódios semelhantes noutros pontos do País, “vingou” ? E como é que de um acontecimento regional se transformou num assunto nacional e, mais tarde, internacional – tornando-se, inclusivamente, durante a Guerra Fria, um poderoso “instrumento” da cruzada anticomunista norte-americana? Esta edição conta com a participação de uma série de investigadores e historiadores.
Se não a encontrar na banca, pode encomendá-la através do telefone 
21 469 88 01 (dias úteis, entre as 9h e as 19h).

SUMÁRIO

Imagens

Cronologia: um século de Fátima

O CONTEXTO

1917, o ‘annus horribilis’ de Portugal Guerra, fome, tumultos, tudo convergiu no mesmo ano e na «convocação» dos acontecimentos de Fátima
Por José Miguel Sardica

Joshua Benoliel/Arquivo Municipal de Lisboa

Fátima, momento zero Em 1917, a freguesia de Fátima era um lugar isolado, de gentes que viviam da agricultura e do pastoreio
Por Cláudia Lobo

Estado e Igreja, uma separação tumultuosa Entre 1910 e 1917 reinou a tensão entre a Igreja e o Estado português, que incluiu a prisão e o exílio do bispo do Porto e o corte de relações de Lisboa com a Santa Sé. Por Luís Salgado Matos

Lourdes, o modelo a seguir Há 159 anos, uma jovem analfabeta disse ter contactado com a Virgem Maria, fez curas consideradas milagrosas e, sem ter essa intenção, colocou a sua vilória dos Pirenéus franceses no mapa-mundi. Por Luís Almeida Martins

O FENÓMENO

Judah Benoliel/AFSF

Coisas espantosas! Como o Sol bailou em Fátima O texto integral da reportagem, tal como foi publicada na edição de O Século («o jornal de maior circulação em Portugal») de 15 de outubro de 1917

Cem anos de equívocos Passaram-se muitas décadas entre os relatos de ‘aparições’ feitos pelos jovens pastores da Cova da Iria e a consagração de Fátima como ‘altar do mundo’ pela Igreja Católica. Esta é a história resumida de um fenómeno. Por Luís Filipe Torgal

O contra-ataque do laicismo Artigos na grande imprensa, bombas e baldes de água foram as armas utilizadas pelos anticlericalistas que, desde a primeira hora, se opuseram à exploração das anunciadas aparições. Por Ricardo Silva

Artur de Oliveira Santos, o mau da fita O rapto dos videntes perseguiu Artur de Oliveira Santos, o administrador do concelho de Vila Nova de Ourém, até ao fim dos seus dias. Por Pedro Vieira

O drama da família Marto Francisco e Jacinta Marto morreram jovens, vítimas da gripe pneumónica, a mais mortífera das epidemias; Lúcia de Jesus viveu em clausura até aos 97 anos. Por Luís Pedro Cabral

A reaproximação da Igreja e do Estado A partir de 1917, com o sidonismo, dá-se uma complexa reaproximação de Estado e Igreja. E fica no ar a pergunta: foi Fátima que levou os militares a derrubar a I República? Por Luís Salgado Matos

Os ‘miraculados’ Logo em 1917, o cónego Formigão e o mensário A Voz da Fátima começaram a recolher «curas» e «milagres» Por Luís Pedro Cabral

Os turistas peregrinos No princípio eram escassas as condições de transporte ou de pernoita. Mas em poucos anos Fátima tornou-se atração turística e alvo de atenção publicitária. Por João Pacheco

O APOGEU

AFSF

A atitude de Salazar Uma ligação discreta, mas nem por isso menos efetiva, foi a escolha do ditador em relação a Fátima. Por Rita Almeida Carvalho

O crescimento do Santuário Começando a ser edificado logo em 1919, o Santuário foi crescendo em espaço, de forma a albergar novas construções para acolher o crescente número de devotos. O que começou com uma pequena capela é hoje um espaço monumental. Por Rita Almeida Carvalho

Fátima ‘made in USA’ Como nasceu e se expandiu o Exército Azul, a multinacional mariana que a extrema-direita americana usou para combater o comunismo durante a Guerra Fria? Por Miguel Carvalho

A incómoda visita de Paulo VI Apoio ou censura ao regime salazarista? A vinda de Paulo VI a Fátima, em 1967, continua a ser passível de leituras opostas. Por António Araújo

João Paulo II e a joia da Coroa João Paulo II deu novo impulso ao fenómeno de Fátima. A bala que o atingira em Roma passou a fazer parte da imagem de Nossa Senhora. Por José Barreto

OUTRAS EXPLICAÇÕES

Os Mouros Fatímidas E se a mística de Fátima tivesse, afinal, raízes islâmicas relacionadas com a própria filha do profeta Maomé? Por Moisés Espírito Santo

Fenómenos de consciência? O futuro da Ciência promete-nos novas e estimulantes «leituras» do «inexplicável». Por Joaquim Fernandes

As ‘fitas’ de Fátima Ao longo das décadas, vários foram os filmes dedicados a Fátima.
Estrela em Hollywood A máquina de produção cinematográfica norte-americana ajudou a difundir a mensagem de Fátima.

Fonte: Visão | Fátima, cem anos de multidão

%d blogueiros gostam disto: